Siga a gente!

domingo, 1 de janeiro de 2017

Por fora, bela Viola, por dentro, grande talento!


A leonina Viola Davis (11/08)...




... deu a volta por cima em grande estilo. Nascida na Carolina do Sul e, segundo ela, na mais "abjeta pobreza", foi a quinta de seis irmãos, sendo que sua mãe era operária numa fábrica e também empregada doméstica. A família se mudou para Rhode Island, deixando o irmão e a irmã mais velhos de Viola morando com os avós, quando seu pai começou a trabalhar como tratador de cavalos para os hipódromos de Narragansett e Lincoln Downs. 



 Com essa ligeira melhora nas condições de vida, Viola pôde estudar e foi no colégio, o Central Falls High School, que descobriu o gosto pelas artes e, em especial, o teatro.



Com o auxílio de um programa federal de apoio a estudantes (TRIO), que concedeu uma bolsa de estudos a Viola por indicação de um diretor do programa, Bernard Masterson, o "descobridor de talentos" que notou o potencial da jovem, ela se formou no segundo grau e, em seguida, cursou Teatro na Rhode Island College, formando-se em 1988. Depois disso,Viola ainda cursou mais quatro anos na prestigiosa Juilliard School e, em 2002, recebeu da sua alma mater um doutorado honorário em Belas Artes. 



Daí em diante, nada deteve sua ascensão. Ela conquistou não apenas o reconhecimento e o amor do público como o respeito da crítica.











Entre outras premiações, recebeu dois Tony (o Oscar do teatro) por FencesKing Hedley II e foi indicada ao Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante em 2009, pelo filme Dúvida:



Em 2012, foi indicada ao Globo de Ouro de Melhor Atriz em filme dramático e ao Oscar de Melhor Atriz por Histórias Cruzadas:


Por esse mesmo filme, Viola recebeu dois Screen Actors Guild: Melhor Atriz Principal em Cinema e a premiação conjunta de Melhor Elenco em Cinema.

Em 2015, foi a primeira atriz negra da história a ganhar um Emmy de Melhor Atriz em Série Dramática pelo seu papel na série How to Get Away With Murder



Apesar de, em 2016, ter participado do péssimo Esquadrão Suicida (não por ela, claro, sempre competente, e sim por culpa do decepcionante roteiro e do Coringa ridículo de Jared Leto)...



... foi neste mesmo ano que ela voltou a interpretar Rose Maxson na adaptação cinematográfica da peça Fences, dirigida por Denzel Washington, que já lhe rendeu até agora (pelo menos) a indicação ao Globo de Ouro de Melhor Atriz Coadjuvante:



Atualização em 09/01: Viola Davis levou o Globo de Ouro de Melhor Atriz Coadjuvante por Fences!



Aguardamos ansiosamente os próximos passos de Viola.











Curiosidade: Viola é prima em segundo grau do ator Mike Colter, que atualmente vive o super-herói da Marvel Luke Cage, na série original da Netflix de mesmo nome.


Um comentário: